O que é o Tanakh? - Jesus Aqui

Header Ads

  • Últimas Notícias

    O que é o Tanakh?


    E começando por Moisés e todos os profetas, explicou-lhes o que constava a respeito dele em todas as Escrituras. Lucas 24:27

    Na Palestina dos tempos de Cristo, ainda não se lia a Bíblia que eu e você conhecemos, haja vista que o Novo Testamento não havia sido escrito, entretanto, o livro sagrado que todo o judeu lia era a Tanakh[1], utilizada entre os judeus como sendo o mais próximo do que se pode chamar de uma Bíblia hebraica ou a Bíblia que Jesus lia.

    O conteúdo da Tanakh é equivalente ao do Antigo Testamento, e é composto por vinte e quatro livros, sendo esses os mesmos encontrados no Antigo Testamento cristão, mas com ordem e enumeração diferente, haja vista, que alguns livros que estão divididos na Bíblia cristã, os judeus contam como somente um.

    De acordo com a tradição, o Cânon Judaico (Tanakh) é composto por 24 livros que se agrupam em três conjuntos: “Lei, Profetas e Escritos”.

    1) TORAH: – cinco livros, o equivalente ao “Pentateuco ou a Lei”;

    2) NEVIIM – oito livros (Profetas), o equivalente aos livros escritos anteriores ao exílio (Profetas anteriores): Josué; Juízes; 1 Samuel e 2 Samuel; 1 Reis e 2 Reis e os escritos posteriores ao exílio (Profetas posteriores), que são compostos pelos seguintes livros (4) Isaías; Jeremias; Ezequiel e os 12 profetas menores.

    3)KETUVIM – onze livros (Escritos): Composto pelos livros poéticos e trechos de alguns livros proféticos. Portanto, a Tanack conta com 24 livros, assim como o AT cristão conta com 39, já que 1 e 2 de Reis é um livro só, 1 e 2 de Crônicas é um livro apenas, assim como 1 e 2 de Samuel é apenas um livro, assim como os 12 profetas menores formam apenas um livro, o que diminui os livros em 15, ou seja, de 39 para 24.

    Portanto, esses vinte e quatro livros são os mesmos encontrados no Antigo Testamento cristão, sendo essa a Bíblia que Jesus lia, em um tempo que na Palestina, o judeu comum falava aramaico e os religiosos do templo e da sinagoga falava hebraico, sendo a Tanakh, escrita em hebraico com pequenos trechos em aramaico.

    Enfim, o mesmo amor que o judeu possuía pela Tanakh, eu e você devemos possuir pela Bíblia, que além do AT, conta também com o NT, sendo a revelação de Deus para o homem. Infelizmente 90% dos cristãos não leem a palavra diariamente, contudo o judeu tinha como hábito o estudo diário da Tanakh.

    Todo o cristão deve estudar muito a Bíblia, estudar teologia, fazer cursos, faculdade, buscar o conhecimento e ler muitos livros, como o apóstolo Paulo, que além de ser um profundo conhecedor da palavra, lia também muitos livros (II Tm 4:13), para que possamos responder com amor e precisão a todo aquele que pedir a razão de nossa fé.

    Portanto, devemos não apenas ler as escrituras, mas meditar, haja vista que o conhecimento da palavra, produz vida e vida em abundância, como bem sinaliza o teólogo Jesiel Paulino: “Uma teologia espiritual é aquela que me leva a entrar acompanhado por Deus nas dependências de minha biblioteca.” [2]

    [1] Disponível em <http://www.chabad.org.br/interativo/FAQ/tanach_compos.html>Acesso em 07 março 2018.

    [2] PAULINO, Jesiel. Teologia e Espiritualidade. III EEDUC: Encontro de Educadores Cristãos. Tema: Educação Para um Novo Tempo. Itajaí, 2002. p. 42.

    por Orlando Martins

    Nenhum comentário

    Mongólia, a “arma secreta de Deus”

    Projeto missionário brasileiro investe na evangelização, discipulado e treinamento dos mongóis nômades. Quem diria que um país de hábit...

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad